Gostou, curte aê

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Stop being a bitch, BITCH

You stole the girl, you stole our moments, our things. You stole us from ourselves. But it's not enough, is it? You want more, I can't have a single moment, a single song, without your finger on it. Actually, I realized that it's all my fault, I allowed you to do such things. But don't you dare, don't you fucking dare, trying to steal anything else. You took my girl, you took my pride, you took my friends, you took my rhyme. And now I can only say, for you and anyone else to stay. Keep the girl, keep the moments, keep the things you got from me. Keep your eyes open, your mind free, your senses up to me. You have no idea what you did to me, you have no idea how I feel about this, you have no idea what is going to happen. But I'll tell you something, bastard thief, You got the girl, but her heart is with me. You got our moments, but they're all with me. You got our life, but I have our souls. You can try once, twice, three times in a row, but everything you get will be a mere shadow of my former love.

TMFs and Altha Males 

Have you ever thought about the things you did? Of course you did, we all do. But have you ever thought about a single choice? A choice that would change your life, your feelings,. A choice that would change you. But, when you realize the extension of that choice, how many things it would've change, it's already done, and there is no going back. 
Sometimes, you see someone like you, right where you wanna be. Someone, a little different of course, 'cause after all, we're all different, but someone that likes the things you do like. 
Actually, it is not the first time that I come through this. That's why I decided to write this shit. Assuming that you are not able to read this without Google Translator, I can write anything, and I don't need to bother.
Well, the book is on the table, so, let's start.
You, little bastard, that think that you are the only one, maybe "the chosen one". Let me aware you that you're not. You are not unique. 
If I dive in the past, I can see a time when my best friend found a guy just like me. Ok, you can start the friendzone jokes now. The boy was a creepy little version of me, and, oh look, her boyfriend. That's when you start to think. What the hell on earth made my best friend, or, at least, one of my best friends, date someone like him? I mean, if you want someone like me, why not me? That, my little child, is because you are a TFM. I'm not going to explain this, but let's just say that a TFM is the opposite of an alpha male. 
Girls, woman, and even gays, if you wanna know, need an alpha male. 
The alpha male doesn't wait for the opportunity to happen, he creates the opportunities. The alpha male doesn't expect things to go right, he's prepared to whatever comes into his way. The alpha male doesn't complain about losing the bitch, he goes and take her back. 
If you're reading this, there is an 90% chance that you are a TFM. C=
Anyway, I'm trying to say that you gotta fight for what you want. Sometimes, you don't know that you want something, until someone take it. But when you realize that you want, stop complaining, stop crying, stop thinking, just go and do whatever you need to do. 

CHOICES

Do you remember the choice I was talking about up there. So, that choice is what defines you, that choice is what can change your life for good. What if, one year ago, one random night, one single kiss... What if, six months ago, one random day, one single kiss... What if, one year ago, six months ago, one single feeling, a lot of things different. Now I see a relationship, working, with it issues, obviously, nothing is a hundred per cent perfect, but working. A relationship weird, like OURS was. A relationship crazy, like OURS was. A relationship happy, like OURS was. A relationship with small things, all the small things, that made us different. All the small things, that we used to have together, and now she has with someone else. All the small things, that made me think that we were unique, and now I realize that nothing is unique. You'll never be the only one, you can be the best one, but never, never ever, the only one. And now you see someone just like you, again, living your life, kissing your girl, singing your songs, watching your movies, talking about your memes, ... While you, you just sit, watching, with an fake smile in your face, trying to be happy, remembering that your wrong choice did this to you.
Your wrong choice bring you the feeling that they stole something from you. But actually, they didn't steal, they just take what you didn't take because you were a jerk. Stop being a jerk, stop complaining, stop crying. Life isn't a bitch, you are the bitch. 
Don't let things get to a point that a small thing, can hurt you, and woke up from the inside any feelings, any happiness, any sadness, anything that once was your happiness, your feelings, your sadness, your love.

terça-feira, 8 de maio de 2012

To love?


Você, pequeno gafanhoto, certamente entende a realidade. Não, não entende, ninguém a entende, estou mentindo com o pequeno objetivo de fazê-lo se interessar pelo que está abaixo. Então não mecha seu traseiro infeliz dessa cadeira até terminar de ler essa merda. E tenho dito. Esqueção seus celulares, bitches, e ignorem as chamadas daqueles que naturalmente raramente ligam pra você, pois sabem que você ligará pra ele(a). Take a look abaixo e manivestem sua revolta com a verdade e a realidade que agora terei o prazer de jogar na sua face.

REALITY


As vezes me pergunto o que as pessoas entendem por amar. Ao mesmo tempo que uns se matam por outros, mães se jogam entre seus filhos e algo que tornar-se-ia algo fatal a eles, outros apenas fazem questão de escrever, dizer, esboçar um "eu te amo" que de tão grande chega a ser duvidoso. Não sei quanto aos mortais, mas não consigo, dessa posição privilegiada, usar o verbo amar com tamanha facilidade, e depois, caso algo me desagrade ou as coisas mudem, simplesmente não amar mais. O mundo hoje é um ambiente estranho, as pessoas não sabem o que fazem, buscam e mendigam atenção e amor daqueles que sequer se esforçam para coloca-los a disposição. A infelicidade as vezes é nítida a todos, mas as pessoas simplesmente não podem deixar, não podem se desprender daquilo que as faz mal, daqueles "eu te amo" que elas sabem ser falsos, que todos sabemos. Explicação? Aqueles que tiverem que venham ao meu escritório e dêem-na a mim, pois jamais conseguirei entender, alguém mendigar uma pequena fagulha de atenção, recebendo um golpe a cada vez que essa lhe é negada, e ao ouvir um "eu te amo" derreter, esquecendo que amor não é um sentimento, não é uma palavra, é um conjunto de ações, de atitudes, eternizadas dentro de uma vontade que nosso vil conhecimento chama de "sentir".

Bullshit

A visão acima, escrita por nosso caro autor, ou seja, eu, seu merda, destaca uma visão que talvez você tenha de si mesmo, ou daqueles com quem você se importa. Seja qual for o caso, Vossa Senhoria não pode ignorar que o conteúdo acima é real. Quero dizer, não que eu seja um grande entendedor da raça humana, embora seja dotado de uma inteligência superior a da maioria, e principalmente, de humildade. As pessoa hoje tendem a se por "em jugo desigual", não é questão de escolher de quem gostar, ou de realmente gostar, quiça, amar. A questão é simples, se você tá vendo que o filho da puta ta pouco se fudendo pra você, nitidamente, não faz sentido seguir lutando e tomando porradas, caindo e levantando, atrás de um debil mental que não tá nem aí.
"Homem é igual chiclete, quanto mais você pisa, mais ele gruda".
Sim amigos, frase padrão de mulheres, e os infelizes fazem-na ser uma realidade. Não só os infilizes, mas as infilizes também. As pessoas parecem não ter mais autoestima, parecem depender de algo que está pouco se fudendo a elas. É revoltante você ver alguém mendigar, implorar, dar jeitos de ter uma mísera gota de atenção, respeito, e por que não, amor. Enquanto o mundo simplesmente ri por trás delas, sabendo exatamente o que está acontecendo, talvez dando avisos, que são prontamente ignorados por um coração apaixonado que engoliu a razão.
Não podemos esquecer também, ou será que podemos, dos casais felizes. Sim, casais felizes, que está tudo absolutamente mais que perfeito, e cujas declarações de amor constante chegam a dar náuseas. CONFRINGO
Realmente, o mundo hoje é estranho, imperfeito, mas não se esqueça de pequenos detalhes.
Você é foda, não sei como, não sei por que, mas a sua maneira, você é, e tudo que precisa fazer é acreditar nisso e se dar o devido valor. Sem D.R.A.M.A.
xoxo



ps: cliquem nos anúncios, idiotas.
ps²: pq diabos a fonte n ta verdana? ¬¬
ps³: no mais tardar amanhã sairá o terceiro capitulo da série Harry Potter

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

YOU.


Watch out, we have a badass over here. Daora a vida né ^^ Quando chego a vir 2 vezes aqui na mesma semana, é preocupante. Este pequeno lugar, ao qual vocês, leitores perdidos que por ventura existam, já estão habituados. Meu pequeno palácio, meu pequeno Regra de Três, é sacro-santo. Não por nele conter grande parte de mim, no que diz respeito a visão das coisas, mas por ele conter o espaço no qual ser eu mesmo é tão simples, tão prático, sem ter de me preocupar com julgamentos ou qualquer coisa, afinal o blog é meu, e se não gostou c qui sixploda =)
simple like that ^^ Então, encerro o pré-post com a marida da nossa amiguinha Tófano a nossa direita, para falar um pouco dessa música linda, cantada pela mesma ^^, que é o título de nosso pequeno post noturno.

Like I want you, 
oh Like I need you

Um marco interessante nessa canção, notado por este que vos fala, é o fato do comparativo "like I" ser usado pra caralho. Você, caro noob, deve saber o que isso quer dizer, se não souber , recolha-se a sua insignificancia e retire-se deste local sagrado.
Como eu estava dizendo, esse bando de "like I" indica, no contexto da letra(que você que desconhece pode ver clicando aqui ^^) que existe uma diferença entre o modo do eu lírico "querer", "precisar", como foi citado no subtitulo acima e o modo do interlocutor "querer", "precisar". Digo interlocutor, julgando que vosso cérebro seja capaz de processar que a música seja cantada em primeira pessoa e direcionada a uma segunda, que é no caso o que estamos chamando de interlocutor, seu noob. É como se eu estivesse cantando -a pra você ^^.
Então meus caros, temos um caso raro de "TFZ", sim, Tendencia a FriendZone. Digo um caso raro pois geralmente, os friendzonados são friendzonados de vez, e não costuma existir uma brecha, ou uma tendencia, apenas são jogados no limbo eterno dos amores impossíveis, onde residem até o fim de tal sentimento, que se acabou, certamente não era amor.
A TFZ no caso, é mostrada na primeira estrofe da música, cante comigo:

"You don't want me, no
You don't need me
Like I want you, oh
Like I need you"

Conseguem notar mortais, a diferença entre o jeito de querer e precisar do eu lírico? Se não conseguem, sumam daqui e parem de gastar seu tempo. Agora, o pq de eu ter chamado de TFZ está claro. Pode ser, que as diferenças entre o querer como eu quero ou precisar como eu preciso, não sejam diferenças entre amor e amizade, ou entre pegar simplesmente e pegar com vigor. São frases simples, mas dão N possibilidades de entendimento. Então, chamarei de TFZ, pois apenas passa a nítida impressão que o interlocutor quer menos que o eu lírico, assim como costuma acontecer nas FZ tradicionais ^^.
Tendo isso em mente, next.

And I, need you in my life
And I, want you in my life

Não sei se vocês sabem, mas esse lance de um sentir mais que o outro, pode arruinar relacionamentos, desde um coleguismo simples até melhores amigos, desde marido e mulher até a sogra e o corno que a está comendo, que você muita das vezes tem de chamar de "sogrão". 
Diferenças entre sentimentos sempre são algo muito difícil de se lidar. Sabe quando você ama alguem que gosta de você, ou que você gosta de alguem que sabe que você existe. É o que ocorre quando você deseja o corpo dela nu e ela deseja sua amizade calorosa ^_^ daí o termo TFZ, noobs. Mas trago atenção agora a algo, nosso subtitle. Sim, ele mesmo, foi o que mais foi repetido na música. Algum de vocês, noobs, podem traduzir por favor? Se não puderem, cliquem aqui, inúteis ¬¬ (se você clicou ali e não aconteceu nada, é porque eu sou um troll e não pus o link ^^). Sabe, essa necessidade grande, de "te" manter na minha vida, pq eu preciso, pq eu quero... 
Incrível, isn't it. Eu posso estar errado, com essa interpretação/falação inútil sobre esta linda música, mas a meu ver, é algo tão lindo e puro, o fato de mesmo havendo a diferença entre os sentimentos, o eu lirico querer definititivamente manter o interlocutor em sua vida, independente de qualquer coisa. 
Isso é foda manolo, e pode ser meio difícil de se lidar, mas quão mais difícil não seria ser excluído da vida daquele que amas, pelo simples pecado de ama-lo...
Quão mais difícil deve ser perder contato, a ponto de parecer um estranho, ao seu melhor amigo, apenas por que ele/ela não se sente da mesma maneira que você. Então manolos, deveras eu vos digo hoje, essa linda música, cujo vídeo está abaixo, retrata uma realidade da vida, que acontece a todo momento, com todos nós. 
Quer sejamos o interlocutor, quer sejamos o eu lírico, se alguem "Want you in her/his life", "Need you in her/his life", respeite isso. Respeite sua amizade, seus sentimentos, mantenha por perto alguem que te ama, mantenha por perto quem você ama, respeite isso, mesmo que "you can't feel me like I feel you"
xo xo.




ps¹: estou muito menos cômico que antigamente.
ps²: Falei que escreveria sobre 'you' =)
ps³: LUTO, Bleach .-.

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Love of my life, you hurt me...


Olá pessoas, qualquer erro no que se segue abaixo indica que meu ingles precisa ser aprimorado, e eu gostaria de contar com sua ajuda nisso. Não sei quanto a tradutores, mas se for usar algum, recomendo o google que é o único que eu conheço tonemai. Divirtam-se ^^

There is always some people, who holds your happiness, and whenever you're going to get something, they just show up and reminds you, that you still love them, and that you can't be happy. Not because you don't deserve to, not because you don't want to, but just because you'll always love the one who doesn't love you back, and always come back when you're going to be happy again, and again, and again...

Hmm, love

Is this the meaning of true love? 
I don't know, but what I know, and I wanna share here, is that unless you stop this loop, this eternal cycle when they hurt you, you fall, you heal, and when you stand up they just hurt you and take you down again, and again, and again...YOU'RE SO SCREWED
So, I'm going to ask you a question, it is simple, really really simple, you don't have to answer me, 'cause your brain will know the answer even before you finish reading this fucking post...
"Do they love you?"
I don't know, maybe, that's why when you're going to be happy, they just show up again and like a spear, they strike through your heart and soul, reminding how you love them, and how you won't be able to be happy with anyone else but them.

If there is a judge in this world, it's not me, but if there's a judge in your world, it's you. You can stop the pain, you can stop the suffering, you can stop the tears, that are now rolling all over your face as you realize that it's exactly what happens to you.
So, you can think now: Who the fuck is this jerk, and who does he thinks he is to talk about love this way?
This jerk is just a guy, that had some free time. But this jerk is also the one who wrote the way you feel about someone. 

Other side

I don't know much about this, I don't know much about anything at all, but I do know that when you care about someone, you want that person to be happy. And just flashing into someones life when you need isn't the right way to care, is it?
But wait, maybe, just maybe, perhaps (apenas queria usar essa palavra tonemai), the "true love" here needs you too. Life is so complicated that we can't just look at a girl and say that she doesn't love you, you can't just look to the guy with a gun and say he doesn't love his children, the big truth is you can't judge anyone, you can't judge love, you can't judge life.

Let's Move

So, why don't you stop crying and go get yourself something real? Something that nobody can steal from you, even your "true love".
I don' t really know anything about love, I don't really know anything about life, so, I'm apologizing for whatever I wrote, is just my blinded viewpoint.
Love isn't easy, you can't understand, you just feel, but anyway, when you love your dog, you treats it like an equal, you care about its feelings and its life. So, try to do the same with people. A person is not a toy, is not a pet, don't just shake your hand in the air hoping them to come wagging their tails, cause when they really come to you this way, is just a proof that you're going to hurt them once again. 
xoxo



ps¹: Oh, crap, I'm back here ¬¬
ps²: O botão curtir no topo da página, a esquerda pode e deve ser usado
ps³: Cliquem na porra dos anuncios que eu compro rum com o dinheiro do google tonemai